ABout Us

Apaixonada por vinhos, acredito que as coisas boas da vida devem ser brindadas. Encontre aqui dicas do que há de melhor no mundo da vitivinicultura.

Follow Us
Newsletter

Instagram Feed
@winelicious_
Soundlicious
Wine Tasting Notes
Recent Posts
Winelicious | Como devemos armazenar o vinho?
2955
post-template-default,single,single-post,postid-2955,single-format-standard,ajax_updown,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-content-sidebar-responsive,columns-4,qode-theme-ver-14.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Como devemos armazenar o vinho?

Como devemos armazenar o vinho?

Para conservarmos um bom vinho, devemos ter em consideração as condições adequadas de armazenamento de modo a evitar uma evolução irregular ou mesmo a deterioração da bebida.

Assim, para que possamos apreciar uma boa garrafa de vinho, não basta apenas fazermos uma escolha certeira do rótulo (tendo em conta as castas, a casa produtora e a colheita, por exemplo). Na verdade é preciso termos alguns cuidados com a maneira como armazenamos o vinho. Se pretendermos armazenar a bebida por um período longo, é recomendável optarmos por ambientes frescos e que estejam isolados de aromas fortes.

Se quisermos montar uma garrafeira estes são os principais aspectos a termos em conta:

  • Luminosidade: a luz propulsiona reações químicas dentro da garrafa. Assim, apesar da garrafa dos vinhos tintos já ser escura, de modo a filtrar os raios de luz, devemos mante-las em um ambiente escuro para não acelerarmos essas reações químicas.
  • Humidade:  devemos buscar um ambiente equilibrado, que não apresente uma humidade insuficiente ou excessiva. Isto porque um ambiente que apresente uma baixa humidade levará com que as rolhas sequem e diminuam de tamanho, permitindo a entrada de oxigénio na garrafa e, consequentemente, a oxidação do vinho. Já um ambiente muito húmido será propício ao desenvolvimento de micro-organismos que danificam as rolhas e os rótulos. Assim, a humidade relativa do ar deve rondar os 70%.
  • Temperatura: A temperatura deve ser constante e se verificarem oscilações, estas devem ser graduais. A oscilação de temperatura expõe a bebida à uma maturação prematura, pelo que a temperatura no local de armazenamento do vinho não deve flutuar mais de 1.6ºC no dia e 2.7ºC no ano. Um local muito quente provoca uma maturação acelerada ao passo que um local muito frio retarda a sua evolução.
  • Trepidação: no armazenamento devemos evitar ambientes de grande circulação ou expostos à trepidações. As garrafas devem ficar protegidas de movimentos/ vibrações, já que um vinho em maturação sofre reações químicas que definem lentamente o seu carácter final e as trepidações podem acelerar essas reações e deteriorar o vinho. Neste sentido, devemos dar preferência às pequenas garrafeiras que permitem reservar um espaço distinto para cada garrafa e assim ao pegarmos uma garrafa não iremos interferir nas demais.
  • Posição: em regra, as garrafas devem ser guardadas na horizontal, permitindo o contacto da bebida com as rolhas, mantendo-as húmidas e incólumes, de forma a vedar a entrada de oxigénio. Atente-se para o facto do vinho oxidar depressa quando em contacto com o oxigénio, comprometendo assim o seu aroma, paladar e cor.

 

winelicious
dev@winelicious.pt