O Tratado de Methuen, assinado entre Portugal e a Grã-Bretanha no ano de 1703, através do qual as trocas comerciais entre os dois países foram regulamentadas, colaborou para a popularidade do vinho do Porto que com este passou a beneficiar de taxas aduaneiras preferenciais e de um regime especial de penetração no mercado inglês. Assim, durante o século XVIII, para os ingleses, vinho era praticamente sinónimo de vinho do Porto.

Assinatura Natália