A classificação oficial dos vinhos portugueses para os vinhos DOP/IGP com indicação do ano de colheita são as seguintes:

Grande escolha –  vinhos com com características organolépticas excepcionais tal como avaliadas pelo painel de prova da comissão vitivinícola regional.

Colheita Seleccionada – vinhos com características organolépticas excepcionais e um teor alcoólico igual ou superior (em 1% por volume) ao limite mínimo estabelecido pelo painel de prova da comissão vitivinícola regional.

Garrafeira – vinhos com um tempo de envelhecimento mínimo: para os vinhos tintos pelo menos 30 meses, dos quais pelo menos 12 meses em garrafa; para os vinhos brancos e rosés um tempo de envelhecimento de pelo menos 12 meses, dos quais pelo menos 6 meses em garrafa.

Reserva – vinhos com características organolépticas excepcionais e um teor alcoólico igual ou superior (em 0,5% por volume) ao limite mínimo estabelecido e avaliado pelo painel de prova da comissão vitivinícola regional.

Grande Reserva -vinhos com características organolépticas muito excepcionais e um teor alcoólico igual ou superior (em 1% por volume) ao limite mínimo estabelecido e avaliado pelo painel de prova da comissão vitivinícola regional.

Assinatura Natália