Sabemos que boa parte dos frutos do mar têm sabor delicado e é a preparação que lhes confere mais ou menos sabor. Assim, na hora de harmonizar vinho com peixes e frutos do mar devemos ter em consideração a forma de preparo, os temperos, bem como os molhos utilizados.

A maior parte dos peixes e frutos do mar harmonizam lindamente com vinhos brancos secos como    Sauvignon Blanc, Muscadet ou Chardonnay, resultando numa combinação perfeita, mas vale a pena apostarmos também nos rosés e espumantes. No entanto, pode esquecer aquela velha regra em que os pescados deveriam ser sempre acompanhados por vinhos brancos e nunca por vinhos tintos, sendo este reservado apenas para as carnes vermelhas. Na verdade, alguns peixes conjugam muito bem com vinhos tintos: por exemplo, o atum vai perfeitamente com um Merlot frutado e por que não experimentar o salmão com um Pinot Noir?

Muitos pratos de peixe são servidos com molhos, o que pode complicar na hora da escolha do vinho, mas o truque é combinar o vinho com o molho ao invés do peixe. Por exemplo, para acompanhar uma torta de peixe ou peixe com molho branco, escolha um vinho branco com madeira e mais untoso como um Borgonha branco. Se for mais aventureiro, poderá optar por um Sherry seco que ficará excelente com alguns frutos do mar e a maioria dos pratos de peixe frito.

Sugestões:

  • Para acompanhar sardinhas na brasa ou em escabeche escolha um vinho verde fresco e com boa acidez
  • O salmão quando servido cru harmoniza bem com um espumante Brut (este acompanha todos os pratos da culinária japonesa) e quando cozido, assado ou grelhado pede um rosé com boa estrutura ou tintos leves, como um Pinot Noir ou até mesmo um Syrah
  • O Chardonnay é ideal para harmonizar peixes  servidos com molho branco (ou molhos a base de leite e manteiga), crustáceos (como lagosta, lagostins e lavagante) e risotos com camarão. Se o prato for mais pesado, opte por Chardonnays mais encorpados e com passagem por madeira

Bons vinhos!!

 

Assinatura Natália