O estágio do vinho em barricas de carvalho confere aromas próprios de madeira, além de auxiliar na estabilização da bebidas e afinamento de seus taninos. Nesta fase de estágio, a madeira porosa das barricas de carvalho permitem que o vinho respire através dos seus micros poros, realizando a chamada micro-oxigenação. As barricas apresentam diferentes tostados no seu interior o que atribui ao vinho aromas que são próprios da madeira, bem como aromas que remetem à baunilha, café, pão torrado, consoante o grau da tosta escolhida.

 Desta forma, os vinhos com estágio em madeira apresentam um sabor mais acentuado, pelo que parecem sobressair as iguarias, de modo que devem ser harmonizados com comidas de sabor mais forte. Uma boa opção será acompanhar as iguarias com molhos suaves e aromáticos, na tentativa de atenuar os taninos encontrados na madeira que podem se revelar agressivos.

Assinatura Natália