A cor de um vinho nos revela se estamos diante de um vinho bem vinificado e sem defeitos. O vinho deve ser brilhante e translúcido, não devendo ser opaco e apresentar sedimentos em suspensão. Assim, a intensidade, a limpidez e o brilho são características tão importante quanto a intensidade cromática de um vinho.

A cor é ainda um indício da idade do produto e atesta a sua evolução. Note-se que quanto maior for a diferença entre a cor da borda e do centro da taça maior será a idade do vinho.

No caso dos vinhos tintos, quanto mais velho este for, mais claro este será, uma vez que com o passar dos anos o vinho vai perdendo cor. Assim, a sua cor varia consoante a idade e as castas utilizadas (cada variedade possui a sua coloração própria), pelo que os vinhos tintos podem ser violetas, passando pelo vermelho rubi, carmim, vermelho ameixa até atingir um vermelho cor de telha.

Assinatura Natália