Esta terminologia é utilizada para caracterizar um vinho que não revela seus aromas e sabores como se esperava. Muitas vezes, esta é uma condição passageira, de modo que o vinho não revela todo o seu potencial assim que a garrafa é aberta, mas consegue evoluir suas qualidades organoléptica com o passar do tempo por meio da oxigenação ou decantação.

Assinatura Natália