ABout Us

Apaixonada por vinhos, acredito que as coisas boas da vida devem ser brindadas. Encontre aqui dicas do que há de melhor no mundo da vitivinicultura.

Follow Us
Newsletter

Instagram Feed
@winelicious_
Soundlicious
Wine Tasting Notes
Recent Posts
Winelicious | Late Harvest
4509
post-template-default,single,single-post,postid-4509,single-format-standard,ajax_updown,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-content-sidebar-responsive,columns-4,qode-theme-ver-14.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Late Harvest

Late Harvest

É comum encontrarmos nas cartas de vinhos a menção “Late Harvest”. Mas afinal o que ela significa?

Como a tradução ao pé da letra nos indica, trata-se de um vinho elaborado com uvas de colheita tardia. Num primeiro olhar este termo não parece apontar grandes características, porém, se observarmos mais atentamente, vamos perceber que este é empregue para descrever vinhos doces (ou vinhos de sobremesa) elaborados a partir de uvas de uma colheita tardia. No seu processo de elaboração, as uvas são colhidas mais tarde do que o período normal de vindima, de modo que sejam afetadas pela Botrytis cinérea, um tipo de fungo que reveste a película das uvas, ao perfurar a casca do fruto permite que este desidrate e concentre os seus sabores. Assim, essas uvas ‘supermaturadas’ encontram-se naturalmente desidratadas e com uma maior concentração de açúcar, dando origem a um vinho com um maior teor de açúcar.

186063570_b-2

Habitualmente, são vinhos doces (não enjoativos devido a sua acentuada acidez), elegantes e ricos em aromas e sabores. Costumam agradar especialmente o paladar feminino. Relativamente à harmonização, estes revelam ser uma opção versátil, combinando com uma diversidade de pratos, queijos azuis e sobremesas. Os vinhos de colheita tardia devem ser servidos a uma temperatura de 7°C e em pequenas doses.

late-harvest

Uma experiência rica, não deixem de experimentá-los!

winelicious
dev@winelicious.pt