ABout Us

Apaixonada por vinhos, acredito que as coisas boas da vida devem ser brindadas. Encontre aqui dicas do que há de melhor no mundo da vitivinicultura.

Follow Us
Newsletter

Instagram Feed
@winelicious_
Soundlicious
Wine Tasting Notes
Recent Posts
Winelicious | O corpo de um vinho
5909
post-template-default,single,single-post,postid-5909,single-format-standard,ajax_updown,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-content-sidebar-responsive,columns-4,qode-theme-ver-14.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

O corpo de um vinho

O corpo de um vinho

Corpo é a sensação do vinho na boca quando se prova.

Corpo ligeiro – refrescantes e fáceis de beber

Os vinhos de corpo ligeiro são normalmente refrescantes e fáceis de beber. Um exemplo de vinho branco de corpo ligeiro é o Pinot Grigio (Itália) e nos tintos podemos citar o Beaujolais (França). 

Corpo médio – mais ricos na boca / alguns com madeira

O vinho sente-se mais rico e mais substancial. O corpo mais acentuado deve-se normalmente às castas utilizadas ou ao estágio em madeira, o que confere ao vinhos uma textura extra. Como exemplo podemos citar os brancos da Borgonha e os Merlot do Chile.

Muito corpo – poderosos e concentrados /uvas maduras / alguns com madeira

Estes vinhos poderosos vão ter uma aparência mais pesada, concentrada. Esta característica deve-se habitualmente ao estado de maturação das uvas e, em alguns vinhos, será devido ao estágio em barricas de carvalho. Como exemplo podemos citar os Shiraz da Austrália e os Chardonnay com madeira da Califórnia.

winelicious
dev@winelicious.pt