Qual é a razão do sucesso desta que é uma das harmonizações mais difundidas no mundo?

O Champagne casa bem com as ostras porque este vinho não tem madeira (não tem nenhum componente amargo que possa afetado negativamente pelo gosto umami da ostra). Ademais, é relativamente ligeiro em sabor (o que significa que, mesmo que as ostras sejam consumidas com gotas de sumo de limão, este vinho continua sentindo-se vibrante e refrescante). Assim, outros vinhos que satisfaçam estes critérios devem também originar uma harmonização bem-sucedida, pelo que podemos aplicar os princípios das harmonizações para nortear novas e proveitosas descobertas.

Assinatura Natália