“decanter”

dsc_0035

Os vinhos do Porto Vintage evoluem em garrafa e podem formar depósitos durante este envelhecimento, pelo que que antes de serem servidos devem ser decantados para remover estes depósitos naturais formado pela bebida, bem como para libertar os aromas que se desenvolveram durante este tempo em que estiveram engarrafados. Os Late Bottled Vintage (LBV) e os vinhos do Porto Tawny envelhecem em madeira e assim não necessitam de ser decantados, uma vez que estagiaram em cascos ou tonéis de carvalho, onde os sedimentos naturalmente formados pelo vinho precipitaram antes do engarrafamento. Como devemos decantar? Para realizar a decantação, iremos precisar de um decanter limpo. Coloque a…

Captura de ecrã 2015-10-19, às 01.19.55

O decanter é um receptáculo habitualmente de fundo largo e abertura estreita empregue para separar resíduos de um determinado líquido. No mundo vínico, este recipiente é normalmente feito de cristal ou vidro e amplamente utilizado, apresentando essencialmente duas finalidades:  A primeira, auxiliar a separar do líquido os pequenos sedimentos que os vinhos mais antigos possam apresentar. Quando transferimos o vinho lentamente para o decanter, conseguimos manter boa parte das borras (sedimentos) na garrafa, deixando fluir para o decanter o vinho apenas com pequenas partículas que posteriormente irão se depositar no fundo do recipiente. A segunda finalidade, é oxigenar a bebida, favorecendo a liberação dos aromas do vinho pouco antes de ser degustado, ou seja,…

DSC_0348

Depois do vinho do Porto ser decantado, chega o grande momento de degustá-lo. A etiqueta e a tradição determinam que o decantar deve ser repousado sobre a mesa à direita do anfitrião. O recipiente deve rodar a mesa em sentido horário, ou seja, o anfitrião deverá passa-lo a esquerda de modo a completar um volta e assim permitir que todos os convivas possam se servir. Essa tradição é frequentemente seguida aquando do serviço do vinho Porto Vintage, porém é muitas vezes empregue com outros estilos de vinho do Porto. Quanto à sua origem, são muitas as interpretações, algumas longínquas e espirituosas para o hábito de passar o vinho…