O estágio do vinho em barricas de carvalho confere aromas próprios de madeira, além de auxiliar na estabilização da bebidas e afinamento de seus taninos. Nesta fase de estágio, a madeira porosa das barricas de carvalho permitem que o vinho respire através dos seus micros poros, realizando a chamada micro-oxigenação. As barricas apresentam diferentes tostados no seu interior o que atribui ao vinho aromas que são próprios da madeira, bem como aromas que remetem à baunilha, café, pão torrado, consoante o grau da tosta escolhida.  Desta forma, os vinhos com estágio em madeira apresentam um sabor mais acentuado, pelo que parecem sobressair as iguarias, de modo que devem…