Natália Andrade

Apaixonada por vinhos, acredito que as coisas boas da vida devem ser brindadas. Encontre aqui dicas do que há de melhor no mundo da vitivinicultura.

Siga-nos
Newsletter

Instagram Feed
@winelicious_
Wine Tasting Notes
Recent Posts
Winelicious | Tipo de provadores
7795
post-template-default,single,single-post,postid-7795,single-format-standard,ajax_updown,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-content-sidebar-responsive,columns-4,qode-theme-ver-14.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Tipo de provadores

Tipo de provadores

Podemos dividir os provadores de vinho em três grandes grupos e se soubermos identificar de qual deles fazemos parte teremos mais facilidade na hora de escolhermos um vinho diante da vastidão de rótulos existentes no mercado. Vejamos quais são eles:

Provadores Tolerantes

Este grupo tende a gostar de comidas e bebidas com sabores intensos. Assim, vinhos tintos poderosos e concentrados com elevados níveis de taninos, madeira e álcool, a exemplo de alguns vinhos italianos ou elaborados a partir da casta Cabernet Sauvignon, costumam ser apostas certeiras para agradá-los.

Dica: Gostam de beber café concentrado, intenso e sem açúcar

Provadores Sensíveis

São provadores que apreciam uma determinada gama de comidas e bebidas, porém preferem que tenha alguma intensidade de sabor, ainda que possam apresentar alguma resistência ao amargor. Vinhos tintos bem maduros como o Shiraz, brancos com muito sabor como o Sauvignon Blanc ou ainda brancos com muito corpo e madeira são boas sugestões.

Dica: Gostam de café com sabor intenso, mas frequentemente adicionam açúcar ou leite à bebida para suavizar o sabor. 

Provadores Muito Sensíveis 

Este último grupo é muito sensível ao amargor e à adstringência, pelo que é preferível optar por vinhos mais delicados e suaves. Os vinhos com sabores delicados e eventualmente com uma certa doçura, como os rosés com alguma doçura ou estilos mais doces de Riesling são boas apostas. Quanto aos vinhos tintos, os feitos com a casta Pinot Noir são mais indicados, uma vez que têm níveis mais baixos de taninos.

Dica: Preferem chás delicados ou café com natas e/ou adocicado. 

winelicious
dev@winelicious.pt