“Vale do São Francisco”

O Vale do São Francisco representa uma experiência singular no universo enológico, a viticultura do semi-árido tropical desperta curiosidade mundial, uma vez que a capacidade produtiva das videiras é determinada pelo manejo, e não pelo clima, sempre seco e quente. Cada planta gera duas safras por ano, em ciclos de 120 a 130 dias, sendo o único local no mundo onde se produz duas safras por ano de uvas de mesa e de uvas viníferas utilizadas na elaboração de sumos e vinhos. O período de repouso das vinhas é induzido pela irrigação artificial e dura de 30 a 60 dias. O solo, abastecido com…

A região vitivinícola brasileira do Vale do São Francisco localiza-se no submédio do Vale do São Francisco, próximo ao conglomerado urbano composto pelas cidades de Petrolina (Pernambuco) e Juazeiro (Bahia). Assim, as vinhas encontram-se espalhadas pelos municípios baianos e pernambucanos situados nas margens do rio São Francisco. Nesta região praticamente não há inverno, pelo que a fase de descanso da videira se dá pela interrupção parcial da irrigação que dura de 30 a 60 dias. Sem o estímulo da água a videira termina por entrar em dormência, podendo assim manter-se por um ou vários meses, conforme o que o enólogo…